Baterias trarão autonomia a carros elétricos

Baterias trarão autonomia a carros elétricos.
CPqD contribui para viabilizar essa realidade

Não será mais possível pensar em uma sociedade ambientalmente sustentável sem incluir os carros elétricos nesse cenário. Eles serão uma alternativa altamente eficiente ao uso de veículos tradicionais, movidos a motores de combustão interna, responsáveis pelas altas taxas de poluição nos grandes centros urbanos ao redor do mundo. O CPqD, devido a sua liderança em estudos sobre tecnologias para sistemas de energia e a sua atuação, há quase três décadas, com baterias, se coloca à disposição do setor visando tornar a tecnologia de carros elétricos uma realidade viável para o Brasil.

A bateria é o “calcanhar de aquiles” de um carro elétrico. Quando foram criados, no início do século 20, os automóveis eram essencialmente elétricos. Aspectos ligados à pouca autonomia de suas baterias inviabilizaram seu desenvolvimento, e o motor movido a combustão prevaleceu, transformando a indústria automotiva no que todos conhecemos hoje.

Atualmente, a busca por alternativas sustentavelmente seguras, eficientes e que não agridam o meio ambiente está levando o setor a investir em soluções que garantam o espaço merecido aos carros elétricos e híbridos. “Trata-se de um processo irreversível em que cada vez mais detemos conhecimento e recursos suficientes para encontrar soluções que o transformem no veículo verde do século”, comenta Raul Fernando Beck, responsável técnico dos laboratórios da Gerência de Desempenho de Produtos e Sustentabilidade do CPqD.

Em sua opinião, nas próximas décadas veículos elétricos e híbridos devem progressivamente dividir o espaço com veículos a combustão, sem, contudo, tomarem seu lugar, uma vez que os modelos tradicionais também sofrerão evoluções. No mês de junho, o especialista participou do Seminário Brasileiro sobre Tecnologias para Veículos Elétricos (TEC-VE 2011), realizado em Brasília, DF. Raul representou o CPqD como moderador do debate “Acumuladores de energia dos VEs: perspectivas para o Brasil suprir a nova demanda de acumuladores”.

Dispondo dos maiores laboratórios da América Latina nessa área, o CPqD mantém projetos de pesquisa e desenvolvimento voltados para sistemas de energia alternativos (eólicos, fotovoltaicos e células a combustível) e sistemas de acumulação de energia – desde baterias portáteis e automotivas até grandes baterias estacionárias e tracionárias das mais variadas tecnologias, como, por exemplo, chumboácidas, alcalinas, de lítio, entre outras. Todas essas tecnologias, assim como os próprios veículos elétricos e híbridos, são partes fundamentais de outros grandes projetos em desenvolvimento no CPqD, como, por exemplo, os que envolvem o tema smart grid.

Segundo Raul, ações como, por exemplo, a estruturação de novos laboratórios somam-se à já avançada infraestrutura do Centro para suportar outras iniciativas de pesquisa e desenvolvimento de baterias e veículos elétricos e híbridos. A realização de eventos sobre o assunto é outra iniciativa para contribuir com o debate. “A excelente repercussão do workshop sobre baterias para veículos elétricos (WBVE) – realizado no CPqD, em 2010 – deverá se repetir em 2011 com a segunda edição do evento, que será realizada no segundo semestre”, avisa Raul.

Fonte: CPqD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *