BRD apresenta motocicleta esportiva e elétrica

A oferta de motos com propulsão elétrica continua crescendo nos Estados Unidos e na Europa. Tem até modelo esportivo, da norte-americana BRD

RedShift BRD Moto Elétrica – Foto Divulgação

Enquanto no Brasil a oferta de motocicletas elétricas ainda se restringe a algumas poucas opções, como as scooters Kasinski Prima Electra e Motor Z s1000, o segmento ganha variedade na Europa e nos Estados Unidos. E para além dos modelos convencionais, a BRD apresentou a supermoto esportiva RedShift.

A BRD é uma empresa sediada na Califórnia e tem relação estreita com os motores elétricos. A marca foi formada por amantes de motos que acreditam que o motor elétrico é a unidade que transmite as melhores sensações de pilotagem. De acordo com a filosofia da empresa, o motor elétrico é a forma mais direta de estar ligado à roda traseira, e por isso a resposta do acelerador é melhor e o torque mais eficiente.

As BRD utilizam um quadro de moto de todo-o-terreno, robusto, para serem utilizadas da forma mais intensa. Podem saltar, cair, raspar e continuam em boas condições de funcionamento. A RedShift será oferecida em duas configurações para o público, a SM e a MX.

A SM é uma supermoto com pneus de 17 polegadas com vocação para o asfalto.  E a MX foi pensada para o uso off-road ou em pistas de motocross. Os dois modelos usam baterias com capacidade de 5,2 kWh, e o motor tem uma potência próxima de 40 cv.

RedShift BRD Moto Elétrica – Foto Divulgação

Além dos dois modelos esportivos, a BRD criou ainda uma versão para a polícia californiana, que precisa utilizar bicicletas para cumprir as inúmeras restrições quanto à poluição no estado norte-americano. A BRD RedShift deve ser vendida por cerca de US$ 15 mil, R$ 24 mil.

Fonte: AutoMotor / Portugal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *