Capital paulista quer ônibus que não poluam

A Secretaria Municipal de Transportes, buscando alternativas para melhorar o sistema de transporte público e reduzir a emissão de poluentes na cidade, faz um chamamento público para interessados em fornecer ônibus de tração elétrica alimentados por célula de combustível hidrogênio e toda a infraestrutura necessária para abastecimento e circulação dos veículos. O chamamento está publicado na edição de ontem do Diário Oficial da Cidade.

O objetivo é identificar os possíveis fornecedores, tendo em vista o desenvolvimento tecnológico dos veículos para o transporte de passageiros na cidade, segundo a Lei 14.933/2009, de Mudanças do Clima no Município de São Paulo. Os interessados têm 30 dias para retirar informações e enviar propostas para a SMT: Rua Boa Vista, 236 – 8 º Andar – centro da cidade de São Paulo. Os veículos elétricos alimentados por célula de combustível hidrogênio são realidade na busca de combustível limpo e eficiente.

Com essa tecnologia, que tem emissão zero de poluentes, a eletricidade alimenta os motores elétricos do veículo, liberando para a atmosfera apenas vapor d’água. O hidrogênio é visto como o combustível mais promissor quando se estudam alternativas ao petróleo. A célula a combustível é um dispositivo que utiliza o hidrogênio para gerar eletricidade. Este tipo de ônibus já está sendo testado em São Paulo com um veículo que circula pela EMTU, na linha São Mateus /Jabaquara. A tecnologia já foi testada e aprovada na Europa (Inglaterra, Espanha, Luxemburgo, Suécia e Alemanha), Estados Unidos, Canadá e Ásia (Japão). O Programa Ecofrota, lançado em fevereiro passado, prevê a utilização progressiva de combustíveis limpos na frota de ônibus de São Paulo.

Fonte: DCI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *