Brasileiro quer carro elétrico

Os consumidores brasileiros estão entre os maiores interessados do mundo na aquisição de um veículo elétrico. Uma pesquisa feita pela empresa de consultoria Deloitte, publicada no início de outubro, apontou que 86% dos entrevistados tinham o interesse na aquisição de um veículo movido a eletricidade. Outros países como China, Índia e Argentina apresentaram resultados semelhantes, enquanto países como EUA e Canadá ainda apresentam uma forte resistência ao veículo elétrico.

Os brasileiros ainda são muito mais tolerantes em relação à autonomia de veículos elétricos . Cerca de 42% dos brasileiros consultados se mostrou satisfeito com 160 km de distância percorrida pelo veículo elétrico antes da próxima recarga. Segundo a Deloitte, os brasileiros possuem expectativas muito mais realísticas e mais próximas da correlação de veículos de combustão.

Em compensação, o brasileiro não quer gastar muito na aquisição de um veículo elétrico. Cerca de 71% dos entrevistados do país querem pagar menos de US$ 20 mil e 93% pagariam até US$ 30 mil por um veículo movido a eletricidade. Na China, 43% dos entrevistados querem pagar menos de US$ 20 mil e 69% pagariam até US$ 30 mil.

A pesquisa ainda apontou que o país está muito próximo do ponto onde o preço do combustível estimulará os consumidores na aquisição de veículos elétricos. Em países como China, Índia e Japão o valor do combustível na bomba teria de subir muito para influenciar o consumidor na aquisição de um veículo elétrico.

Por: Gabriel Gomes
Fonte: Portal EnergiaHoje

Um comentário em “Brasileiro quer carro elétrico

  • 24/10/2011 em 11:27
    Permalink

    Interessante ou curioso!
    Na última parte da matéria acima cita que:"Em países como China, Índia e Japão o valor do combustível na bomba teria de subir muito para influenciar o consumidor na aquisição de um veículo elétrico."

    Mas na China e India é onde está a maioria dos lançamentos de modelos elétricos até da VolksWagen. São mais de 15.000 carros taxi elétricos, a maior frota de ônibus elétricos.
    Creio que na China e India o que mais impacta na compra é o baixo valor da renda per capta.

    Aqui é a corrupção do Governo e a influência das montadoras mantendo seu Lucro Brasil.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *