Carro elétrico em exposição no Centro do Recife até esta sexta-feira (11)

Quem estiver no Recife até a próxima sexta-feira (11) vai ter a
oportunidade de conhecer um pouco do que pode ser o futuro dos carros na
Ilha de Fernando de Noronha. Desenvolvido pela Secretaria de Meio
Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (Semas) em parceria com a
Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), o protótipo de um carro
elétrico que será usado em um projeto piloto no arquipélago está aberto
para visitação no estacionamento da Faculdade Frassinetti do Recife
(Fafire), na Avenida Conde da Boa Vista, Centro do Recife. Ele está em
exposição das 8h às 18h30 desta quarta-feira (9) até sexta-feira, como
parte do 13º Congresso Nordestino de Ecologia.

O carro atinge velocidade máxima de 110 quilômetros por hora (km/h) e
tem autonomia para, com o “tanque cheio”, percorrer 120 quilômetros. E
isso tudo com uma carga de energia que custa apenas R$ 5. Para se ter
uma ideia da economia que isso representa, pense na seguinte situação:
você precisa andar mil quilômetros e, com o carro elétrico, gastará R$
41. Considerando a média de um carro popular movido a gasolina que
percorre 15 quilômetros com um litro de gasolina – que custa em média R$
2,45 -, esse veículo percorreria o mesmo trajeto com um custo
aproximadamente quatro vezes maior, de R$ 165.

Mas, como lembra o presidente do congresso de ecologia e
superintendente técnico da Semas, Carlos André Cavalcanti, a compensação
financeira não é o fator mais importante para a troca de um carro que
usa combustíveis fósseis por outro movido a eletricidade. “O maior ponto
positivo é a menor emissão de gases poluentes”, avalia Cavalcanti.
“Mas, para alcançarmos o nosso objetivo de dotar a ilha de 4 a 6 mil
veículos elétricos, é necessário adequar a matriz energética para
suportar a nova demanda”, pondera.

O superintendente adiantou também outra proposta da Secretaria: “Uma
vez que a frota da ilha esteja renovada, o próximo passo será equipar a
Região Metropolitana do Recife com táxis elétricos. Seria muito
interessante para incentivar os cidadãos a usar esse tipo de veículo”,
explica.

O carro elétrico pode ser recarregado em qualquer tomada de 110 Volts (V) ou 220 V.

Protótipo de carro elétrico

Desenvolvido pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (Semas) em parceria com a
Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL);
Velocidade máxima: 110 km/h;
Autonomia: 120 quilômetros – *com aproximadamente R$ 5 de custo de energia;
Recarga: em qualquer tomada de 110V ou 220V;

SIMULAÇÃO

O carro elétrico percorreria 1000 (mil) quilômetros com R$ 41;
Estimando-se que um carro popular movido a gasolina que percorre 15 quilômetros com 1 litro de gasolina (em média: R$2,45), o veículo percorreria a mesma distância por cerca de R$ 165;
O custo seria aproximadamente quatro vezes menor;

Local para visitação: Estacionamento da Faculdade Frassinetti do Recife (Fafire), na Avenida Conde da Boa Vistas (Durante o
13º Congresso Nordestino de Ecologia);
Horário de visitação: das 8h às 18h30 – até sexta-feira (11).

Por: Gustavo Maia 
Fonte: NE10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *