Toyota começa a receber encomendas do Prius PHV

Modelo é o primeiro híbrido plug-in da marca japonesa.
Nova tecnologia acrescenta função externa de carregamento e mais baterias.

A Toyota começará a receber encomendas de seu primeiro carro híbrido plug-in, o Prius PHV, nesta terça-feira (29) no Japão, promovendo o veículo como o carro verde mais prático do mundo. Ao anunciar a produção antes do Salão do Automóvel de Tóquio nesta semana, a Toyota disse que o Prius PHV recarregável custará a partir de 3,2 milhões de ienes (US$ 41 mil) no Japão, mais do que havia previsto há dois anos, porém menos do que o carro elétrico Leaf, que a Nissan vende por 3,76 milhões de ienes antes de subsídios.

Toyota Prius PHV foi lançado no Japão (Foto: Kim Kyung-Hoon/Reuters)

Com os incentivos do governo japonês, o Prius PHV custará 2,75 milhões de ienes, disse a Toyota. O novo modelo acrescenta uma função externa de carregamento e mais baterias ao Prius para dar mais autonomia só com eletricidade. O carro tem baterias de íon-lítio que podem ser carregadas em 90 minutos a 200 volts. As baterias serão fabricadas em
joint-venture com a Panasonic.

A Toyota planeja vender 60 mil unidades do Prius PHV por ano mundialmente, sendo entre 35 mil e 40 mil delas no Japão, onde as entregas começarão em 30 de janeiro.

O carro será vendido na próxima primavera nos Estados Unidos a partir de US$ 32 mil e a partir do verão na Europa, por 37 mil euros na Alemanha. Os preços vão variar de um mercado para outro, avisou a companhia.

Como também podem andar com gasolina, os híbridos plug-in eliminam a limitação de alcance dos modelos totalmente elétricos. O Leaf da Nissan tem um alcance de 160 quilômetros, que cai significativamente quando o ar condicionado está ligado.

Nova tecnologia acrescenta função externa de carregamento e mais baterias. (Foto: Kim Kyung-Hoon/Reuters)

A Toyota disse que o Prius PHV pode fazer 26,4 quilômetros usando só o motor elétrico, fazendo pequenos percursos com emissão zero. Com a bateria totalmente carregada e o tanque de gasolina cheio, o carro pode teoricamente viajar mais de 1.000 quilômetros sem precisar reabastecer. Com energia elétrica e modo híbrido combinados, o carro faz 61 quilômetros por litro.

Para testar a viabilidade do veículo, a Toyota alugou mais de 600 Prius PHVs desde o ano passado, principalmente a governos e empresas no Japão, EUA e Europa.

O vice-presidente-executivo da Toyota, Takeshi Uchiyamada disse que uma dona de casa que testou o carro em Toyota City durante três meses percorreu 249 quilômetros com um litro de gasolina. Ela usou o veículo principalmente em percursos curtos, recarregando a bateria do automóvel toda a vez que retornava para casa.

Fonte: G1 – Auto Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *