Video: Minicarros elétricos ganham adeptos na China

Pequenos veículos elétricos estão crescendo em popularidade na China, apesar de sua velocidade chegar a apenas 30 km/h.

Milhares de veículos do tipo estão sendo vendidos no país, por preços que variam de US$ 600 a US$ 1.500 (R$ 1.100 a R$ 2.800).

Além do preço baixo, ele ganha adeptos pelo fato de seus usuários não precisarem de carteira de motorista – isso porque o
veículo não é classificado como carro pela lei chinesa. Os benefícios ao meio ambiente, porém, são duvidosos, já que a energia elétrica chinesa provém principalmente da queima de carvão.

Fonte: BBC Brasil

2 comentários em “Video: Minicarros elétricos ganham adeptos na China

  • 21/04/2012 em 21:16
    Permalink

    Já li pelo menos um estudo que mostram que andar de carro elétrico com energia produzido por centrais térmica a carvão e bem mais ecológico que andar de carro de motor térmico. Foi um estudo aplicada que era feita nos Estados Unidos. Não sei se a China tem uma matriz de produção de energia elétrica muito pior que os Estados Unidos. Será que também tem eficiência muito inferior? Acredito que não porque não tem tantos segredos nessas máquinas térmicas mas é um achismo!

    Vamos ver um pouco os fatores importantes. Parece que um motor a gasolina bem regulado tem rendimento da ordem de 25%. Uma boa termelétrica pode ter 50% de rendimento. Com um motor elétrico de rendimento de 90% ou mais, com algumas perdas de energia na recarga. Não sei qual é a eficiência de um bom carregador de bateria. Na minha bicicleta elétrica não era aparentemente menos de 84%, mas ficou difícil medir essa eficiência, não é tão simples! Em termo de geração de CO2 vai ter provavelmente ganhos substanciais, em termo de poluição local na cidade, o ganho vai ser enorme!
    Para o esquema de carro elétrico, o rendimento global seria de 0,5*0,9*0,84= 37,8%
    Para o carro 25%
    Uma diferença enorme, sem contar que a extração e preparação do petróleo gera mais CO2 do que a extração do carvão? Isso é meu segundo achismo mas a diferença de 12% já é enorme…

    Resposta
  • 28/04/2012 em 21:49
    Permalink

    Esse pessoal que fica falando mal de carro elétrico tem petróleo nas veias. Mas está acabando. Tive uma scooter que faz 80km com 40 centavos de energia e não usa: óleo, fluidos filtros e esse tanto de descarte que é provocado por veículos a combustão. São mais de 6 MILHÕES de carros elétricos rodando no mundo. Em Paris o prefeito tira 7000 carros de circulação no interior das cidades com 1000 carros elétricos alugados por 19,00R$ a hora. E no BRASIL????? Temos a corrupção e a desordem como barreiras. A maior petroleira brasileira, não direi o nome, conseguiu que o governo brasileiro aumentasse a exigência do glutem no trigo dos fornecedores do governo em quase o dobro, por traz disso está a dobra na venda de fertilizantes derivados do petróleo……acoooorrrrdddaaaa BBBBrrrraasssiiilllll!!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *