Carro 100% elétrico, um projeto pioneiro no Brasil

Veículos de Emissão Zero, cria projeto inovador de carro elétrico com tecnologia 100% nacional

O Rio de Janeiro acabou de sediar a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável – a Rio +20, com a participação de 193 países. Aliás, o tema sustentabilidade conquista, cada vez mais, espaço na mídia.Não por modismo ou para ganhar status de ‘politicamente correto’, mas porque o Planeta exige essa transformação em atitudes cotidianas. A presidenta Dilma assumiu o compromisso de reduzir de 36% a 39% de emissão de gás carbono até o ano de 2020, isto não poderá ser alcançado sem
abordar a poluição gerada pelos canos de descarga dos veículos convencionais e híbridos, responsáveis no Brasil por 83% das emissões de GEE – Gases de Efeito Estufa.

Portanto, pensar em projetos sustentáveis e menos agressivos ao meio ambiente é uma tendência que só deve ser ampliada ano a ano. E o Brasil como anfitrião de um encontro tão significativo, não pode se ausentar em apresentar projetos e criar condições para mudar o cenário atual. Aliás, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, destacou que o Brasil, além de ser um bom anfitrião e defender seus interesses como um dos países
envolvidos, tem que ‘assegurar resultado’ na Rio+20.

São muitas as necessidades para recuperar o meio ambiente e quem vive nas grandes metrópoles sabe que o perigo está no ar. A destruição da camada de ozônio na estratosfera devido à poluição do ar tem sido há muito tempo reconhecida como uma ameaça à saúde humana e ao ecossistema do planeta. A Organização Mundial da Saúde afirma que 2,4 milhões de pessoas morrem anualmente devido a causas diretamente relacionadas à poluição do ar. Um estudo da Universidade de Birmingham mostrou forte correlação entre mortes relacionadas à pneumonia e poluição atmosférica decorrente de veículos motorizados.

Por isso, um carro 100% elétrico vai de encontro a uma necessidade eminente: coibir essa poluição. Hoje, apenas países como China, Japão, Índia e Itália produzem um automóvel 100% elétrico a custos permissíveis. E o Brasil pode entrar nesse ranking. A iniciativa está sendo desenvolvida pela VEZ do Brasil – Veículos de Emissão Zero, uma empresa brasileira ‘start-up’ que desenvolve veículos superleves visando preservação ambiental. “O SEED-Small Eletric with Economic Design é um projeto inovador, com foco em modelo de negócios de baixo risco, ótima lucratividade e com EBITDA médio de 16% em cinco anos”, afirma Tony Saad, sócio majoritário da VEZ do Brasil, que já desenvolve pesquisa, testes e
projeto há mais dez anos nesta área.

Este projeto permite projeção e visibilidade de seus investidores, pois oferece um desempenho acima da média. Além disso, utiliza tecnologia limpa de baixo custo e promete ter ampla aceitação devido à sua característica pró-ambiental. No momento, a VEZ do Brasil está negociando seu último round de 25% de participação societária, para início da fabricação e comercialização dos carros modelos SEED- City Car e SEED- Utilitários. No
entanto, a previsão é de que haja uma valorização de mais 60% até o final deste ano, em função do lançamento oficial do SEED – GREEN CITY CAR, primeiro veículo elétrico 100% brasileiro.

Protótipo de carro elétrico 100% Nacional. Foto: Divulgação

A diferença entre elétricos e híbridos

É importante ressaltar que um carro 100% elétrico se diferencia de um automóvel híbrido, que na verdade, combina um motor de combustão interna com um gerador, uma bateria e um ou mais motores elétricos. Boa parte da ineficiência energética vem da geração de calor causada principalmente pelo atrito entre as partes móveis do motor de combustão interna.
Estima-se que apenas 15% da energia potencial de um combustível em um automóvel é efetivamente utilizada para movimentá-lo.

Já os carros elétricos não possuem um motor a combustão e são integralmente movidos à energia elétrica proveniente de baterias, por células combustíveis, placas fotovoltaicas (energia solar) ou ligados à rede elétrica, como os trólebus. E um estudo realizado pela Usina Hidroelétrica Itaipu Binacional mostra que a produção de energia no País é
mais que suficiente para atender à demanda de carros elétricos. Afinal, se três milhões de automóveis fossem plugados na tomada ao mesmo tempo, para carregar, consumiria apenas 3,22% a mais que o que é consumido atualmente na usina.

Economia e baixa manutenção são outras características que se destacam no projeto brasileiro. Atingindo velocidade de 120 km e autonomia de 100 km, é necessário, em média, menos de oito centavos de Reais por quilômetro rodado, contra aproximadamente 25 centavos de um carro Flex. Já as baterias podem ser recarregadas em até oito horas. Os freios e os pneus são praticamente a única manutenção necessária neste veículo.

“Os projetos internacionais continuam sendo desenvolvidos, mas o Brasil, agora tem a oportunidade em investir em um modelo nacional com projeto inovador, total eficiência e preço mais acessível” comenta Saad.

O round de investimento está em sua fase final, interessados poderão entrar em contato através dos telefone: (41) 9883-0949 – email: contato@vezdobrasil.com.br

Para mais informações, visite o site: www.vezdobrasil.com.br

3 comentários em “Carro 100% elétrico, um projeto pioneiro no Brasil

  • 24/07/2012 em 19:16
    Permalink

    É isso ai, parabéns pela iniciativa!

    Resposta
  • 26/07/2012 em 15:23
    Permalink

    Já era hora, meu medo é que tenha sido tarde demais….

    Resposta
  • 28/07/2012 em 00:45
    Permalink

    Eles estão falando em um preço agressivo entre 40.000 e 50.000 reais. Receio que esse valor seja dependente de ajudas governamentais. Mas vamos torcer para isso dar certo. Nossas cidades precisam muito de carros elétricos porque a poluição está pesada demais. Pelo menos é o caso, aqui em Vitória.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *