Nissan apresenta o SUV elétrico TeRRa em Paris

A Nissan preparou para o Salão Automóvel de Paris de 2012 mais um protótipo
elétrico, demonstrando mais uma vez o seu empenho na disseminação dos
veículos elétricos no mercado automóvel. Desta vez a marca japonesa traz
uma combinação de duas das grandes potencialidades da marca: os SUVs e a
tecnologia elétrica. O resultado é o TeRRA, um veículo de
características todo-o-terreno e simultaneamente citadinas. O veículo
está equipado com uma motorização 4×4 eléctrica por célula de
combustível e apresenta um design arrojado de dimensões compactas.

O TeRRA baseia-se no sucesso da Nissan como especialista de SUVs e crossovers urbanos relevantes, como o Murano e o Qashqai e é o primeiro veículo deste segmento com Emissões Zero da marca japonesa. Concebido como a escolha funcional e flexível para os jovens do futuro, o TeRRA responde às necessidades eco-amigáveis, juntando-lhe
uma condução segura em qualquer tipo de estrada.

“O nosso desafio era partir da força da Nissan nos SUVs e crossovers
levando-os a progredir para a era das zero emissões, sendo as células de
combustível a nossa nova fronteira na mobilidade”, disse François
Bancon, director-geral da divisão de Estratégia e Planeamento de Produto
da Nissan. “O layout único de bancos em diagonal oferece uma
experiência de condução emocionante graças a uma visibilidade
excepcional que cria a sensação de controlo total, sob quaisquer
condições”.

Design Exterior e Interior
O TeRRA tem pneus grandes, linha de cintura alta, pilares grossos e
janelas laterais finas, características da linguagem de design SUV da
Nissan.

Com uma cintura fina entre pára-lamas pronunciados por cima dos arcos
das rodas e um capo esculpido, criámos uma ‘estrutura implícita de
musculatura sob a pele’. Cantos vivos, frente e traseira curtas e grupos
ópticos esculpidos contribuem para uma postura limpa e
confiante. Uma protecção inferior aerodinamicamente eficiente, numa cor
atraente e protegendo toda a extensão do automóvel, completa a imagem
daquilo que designámos por “Poder Moderno”, refere Shiro Nakamura,
Vice-presidente Sénior da Nissan para o design e director global de
Criatividade.

No interior, a Nissan criou um espaço confortável e acolhedor. O painel
da porta é uma fusão de acrílico esculpido e colorido e guarnições em
madeira clara, misturados num padrão intrigante. Contornando o
habitáculo à altura dos ombros corre um friso metálico, com o objetivo
de dar aos passageiros uma sensação de segurança. O contraste
madeira/metal continua em todo o painel, numa fusão de madeira de faia e
acrílico que exala um calor suave. Do lado esquerdo, a consola de
instrumentos e a direcção projectam-se para junto do condutor,
interrompendo apenas pontualmente as linhas do painel frontal.

O TeRRA possui um painel de instrumentos exclusivo. É um painel
electrónico que serve como “chave inteligente”. O condutor coloca-o na
respectiva doca ao entrar e remove-o ao sair. Quando colocado no TeRRA, a
vista padrão do painel exibe a velocidade e outros indicadores de
desempenho. No entanto o condutor pode alternar para os modos de
entretenimento, comunicação, navegação e outros. Fora do TeRRA, o painel
oferece todas as funções que se esperam de um tablet, além de que permanece continuamente em contacto com o veículo.

O protótipo oferece uma nova perspectiva da estrada aos
passageiros traseiros. O condutor senta-se na frente e quase no centro
de um layout único em diagonal, que posiciona os passageiros de trás sobre os ombros daqueles na frente, em vez de directamente por trás.

“Para o condutor, estar numa posição quase centrada e não sentado de um
lado, oferece uma perspectiva diferente e com visibilidade
excepcional”, disse Nakamura. “O layout diagonal permite que todos os passageiros partilhem também de uma visão ampla”.

Combinação 4×4 e emissões zero
Embora o TeRRA seja apresentado como um conceito de design, não uma
proposta técnica, a sua solução de transmissão 4×4 com célula de
combustível está longe de ser imaginária.

O sistema de propulsão elétrica utilizado no TeRRA que traciona as
rodas da frente é o que é actualmente utilizado no Nissan LEAF. Em cada
roda traseira e proporcionando tracção em todas as rodas conforme
necessário, estão os motores eléctricos incorporados na jante. Como não
são necessários veios de transmissão para transmitir a potência às rodas
traseiras, não existe nenhuma protuberância no chão da cabina ou na
parte inferior da carroçaria.

Sob o capo está o  espaço necessário para a bateria de células de
combustível de hidrogénio desenvolvida pela Nissan. Esta unidade plana e
altamente compacta é líder mundial na densidade de potência com 2,5
kW/L. Sendo a mais recente geração de uma série de células de
combustível da Nissan desenvolvidas desde 1996, esta bateria  custa
apenas um sexto da sua antecessora de 2005, uma vez que a necessidade de
metais preciosos foi reduzida a um quarto do nível anterior.

Fonte: Autoviva (Portugal)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *