Engenheiro cria Fusca elétrico com peças da China ao custo de R$ 15 mil

O engenheiro Mario Vernazza, 25 anos, formado em Engenharia Mecânica
Automotiva na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), no Rio Grande do
Sul criou, por ‘apenas’ ou com R$ 15 mil, um sistema de motores e
baterias que transformou um VW Fusca 1985 em um carro elétrico puro.

Ele procurou peças no Brasil, China, Argentina e Estados Unidos. Nos
EUA, comprou um kit com motor, controlador, carregador e bateria. O
Fusca elétrico criado por Vernazza consome o equivalente a um litro de
álcool a cada 100 quilômetros.

O carro tem 12 baterias de 170 ampéres e oito volts, totalizando 96
volts, uma bateria de 12 volts para as luzes e a velocidade máxima é de
120 km/h. Para abastecer o carro, basta plugar em qualquer tomada comum
residencial. A carga completa demora 8 horas. O engenheiro diz que roda
cerca de 800 km por mês gastando R$ 35 a mais na conta de luz (em Ciudad
del Leste, no Paraguai, onde a luz custa R$ 0,19 o Kw/hora. No Brasil, o
Kw/hora custa 0,39).

Segundo o engenheiro, transformar um Fiat Uno com motores e baterias, com autonomia de 60 km, sairia por R$ 7 mil.

Fonte: A Crítica de Campo Grande

veiculoeletrico

Tudo sobre carros elétricos, veículos elétricos, motos elétricas. As últimas novidades do setor.

Um comentário em “Engenheiro cria Fusca elétrico com peças da China ao custo de R$ 15 mil

  • 07/11/2013 em 11:50
    Permalink

    E quando o nobre engenheiro vai receber incentivos para montar a sua fábrica e poder iniciar a produção dos motores com esta tecnologia? Qual governante vai apoiar esta idéia que vai nos livrar da dependência de combustíveis fósseis e poluentes?
    Parabéns ao Eng Mario Vernazza!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.