Conheça as 7 melhores motos elétricas de 2014

Para motos que não produzem muitas vibrações, motos elétricas criaram uma grande sensação entre os pilotos e a indústria como um todo em 2014 quando o líder do setor começou apresentando motos livre de emissões, a notícia viajou rápido. Mas quando uma moto elétrica se tornou uma versão de produção mais rápida do mundo, ela foi ainda mais notável.

A funcionalidade de motos elétricas em diferentes circunstâncias, também tem atraído a atenção. O que é considerado um ponto negativo por alguns pilotos – a falta de barulho em motos elétricas – é uma característica muito valorizada pelas forças policiais que querem usar o elemento surpresa contra criminosos.

Tal como acontece com os carros elétricos, 2014 parece ser um momento de transição para as motos que dependem do mercado de energia elétrica. Aqui estão sete motos elétricas que chamam a atenção do setor neste ano:

Brutus V2 Rocket

1. Brutus V2 Rocket
A Brutus é famosa por fazer motos elétricas que têm um look “classic bagger” sem fumaça expelindo a partir de um tubo de escape. A V9 da empresa é uma low-rider utilizada por forças policiais e também para quem quer ter uma moto “old school”. Com Brutus V2 Rocket, a empresa construiu uma moto elétrica que será uma das mais rápidas no mercado quando ela for concluído.

Capaz de 130hp e 172lb-ft de torque, com um peso de 545kg, o V2 Rocket venceu o a corrida Electric Modified Bike de Pike’s Peak em 2014, com um tempo de 12:20.448, que deixou uma impressão no mundo de “moto de corrida”. A versão de rua da V2 Rocket tem um preço preliminar de US$ 26.490.

Harley Davidson LiveWire Bike

2. Harley Davidson LiveWire Bike
A Harley sem o som registrado da marca é algo que ninguém sabe ao certo. Por essa razão, a introdução de motos elétricas da Harley Davidson no Projeto LiveWire, em turnê da empresa, foi muito notável. Jornalistas, agências de notícias de negócios e pilotos de Harley por toda parte circulavam com as motos elétricas na cidade durante o verão de 2014.

Essas motos não são modelos de produção, mas os protótipos têm atraído tanta atenção que é viável a empresa ter projetos de motos elétricas em um futuro próximo. A Chevy produz o Camaro, bem como o Volt e a Ford produz o Mustang, bem como o elétrico Focus, então por que não poderia uma Harley Davidson viver nos dois mundos ao mesmo tempo?

Zero SR

3. Zero SR
A informação que a Zero projetou uma moto elétrica para os departamentos de polícia chamou a atenção de todos por causa de seu alcance (240 km) e de suas velocidade máxima (perto de 160 km/h). Usando o elemento surpresa é a função perfeita para motos elétricas que não fazem barulho.

Na verdade, a Zero já chamou a atenção da indústria com a estréia da Zero SR. Capaz de correr 0-100km/h em 3,3 segundos com 67hp e 106lb-ft de torque. O destaque da SR pode ser a sua seu preço (US$ 16.995). A Gizmag chamou a chegada da Zero SR de “um momento liminar no motociclismo”, sugerindo que foi a primeira moto que permitiu aos pilotos pensar além de motos movidas a gasolina para o bem do meio ambiente.

Lito Sora

4. Lito Sora
Combinando a elegância da fibra de carbono com a primeira transmissão continuamente variável (CVT) em uma moto elétrica, a Lito Sora foi liberada pelo NHTSA (Similar ao DENATRAN do Brasil) para rodar nos Estados Unidos. Capaz de correr de 0-100km/h em 4,0 segundos e com velocidade máxima de 190 km/h, a Lito Sora também tornou-se inovadora com sua sede de energia elétrica podendo alternar entre as posições “Sport” e “Custom” enquanto você pilota.

Energica EGO

5. Energica EGO
Como a Harley-Davidson e seu Projeto LiveWire, a Energica decidiu que super bike merecia uma excursão cross-country, como forma de apresentação aos pilotos norte-americanos. A indústria não poderia deixar de delirar com a Energica EGO quando ela apareceu em São Francisco, Los Angeles e Nova York, em julho deste ano. Esta moto elétrica italiana é capaz de 134hp e 144lb-ft de torque para percorrer de 0-100km/h em apenas 3,0 segundos e com uma velocidade máxima de 240km/h.

“O coração de praticamente todos os moto-jornalistas que montavam a [Energica EGO] foram conquistados,” foi a maneira da AutoBlog descreveu a reação.

Mission R

6. Mission R
A Mission é baseada em São Francisco e produz motos elétricas que foram chamados de “Teslas de Duas Rodas” pela Wired e nomeada uma das mais surpreendentes invenções nos últimos anos pela revista Time. Capaz de correr 0-100km/h em 3,0 segundos, com uma velocidade máxima de 225km/h e alcance de 170 km na cidade, a Mission R certamente cobre desempenho e alcance como um Tesla. O seu preço parte de US$ 32.499 provando que este preço é algo acessível pelo que você irá receber.

Lightning LS-218

7. Lightning LS-218
Zero emissões e estilo Top-Shelf são bons, mas motos elétricas precisavam de um Rei em desempenho para agitar verdadeiramente o setor. A Lightning informou que quando lançou a versão de produção mais rápida do mundo com a sua LS-218 Super Bike. O “218” no nome refere-se à marca de 218 mph (+/- 351km/h) a moto bateu no pico de Pike em 2013.

Capaz de 200hp e 168lb-ft de torque a um peso de apenas 224 kg, é fácil ver como a Lightning pode chegar a sua velocidade máxima impressionante. Fazendo a elétrica mais rápido era uma coisa; tornando a moto mais rápida disponível para compra (US$ 38.888) foi um movimento de mudança de jogo para fabricantes de motos em todos os lugares.

Por: Eric Schaal
Fonte: Autos Cheat Sheet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *