Sistema da Ford estabelecerá comunicação de empresas de energia com carros elétricos pela nuvem

A Ford estuda um sistema que promete estabelecer a comunicação de
veículos elétricos com a rede de energia por meio de nuvem. A proposta
da montadora, que desenvolve o projeto em parceria com 15 empresas de
eletricidade dos Estados Unidos, é ampliar a eficiência energética do
veículo.

Por meio de uma plataforma padronizada, fornecedoras de energia
poderão pedir aos donos para pararem temporariamente a recarga do
veículo, o que evitaria sobrecarga da rede. Em troca, conforme sugere o
Instituto de Pesquisa de Energia Elétrica dos EUA, os donos dos
veículos que aderirem serão beneficiados com a redução nos valores das
tarifas de energia.

O sistema em questão usa a tecnologia MyFod Mobile App. “Essa
plataforma inovadora é um grande passo para o avanço na eletrificação
dos veículos”, diz Mike Tinskey, diretor global adjunto de
Infraestrutura de Eletrificação da Ford. “É uma forma de recompensar
financeiramente os donos de veículos elétricos pela disposição em ajudar
no gerenciamento da rede elétrica.”

Outra vantagem do sistema é a opção de os pontos de recarga de seus
carros. A parceria do projeto com as empresas de energia começou há dois
anos, mas o conceito de integração dos veículos com a rede elétrica já
é pesquisado por vários grupos há mais de 10 anos.

Como funciona um carro elétrico
À primeira vista, é difícil saber se um carro é elétrico. Na maioria
dos casos, esse tipo de veículo é feito a partir da conversão de um
carro a gasolina. Sendo assim, torna-se impossível a identificação. Ao
dirigir um carro elétrico, a única diferença perceptível é o fato de ele
ser bastante silencioso.

Sob o capô, porém, há muitas diferenças entre os carros a gasolina e
os elétricos: O motor a gasolina é substituído por um motor elétrico. O
motor elétrico recebe força de um regulador, cuja alimentação é feita
por um conjunto de baterias recarregáveis.

Com suas linhas de alimentação, sistemas de escapamento, mangueiras
de refrigeração e filtros de ar, o motor à gasolina parece um projeto de
encanamento. Já um carro elétrico é um projeto de instalação
elétrica.  A sua autonomia é de cerca de 80 km. Ele vai de 0 a 100 km/h
em cerca de 15 segundos. São necessários cerca de 12 quilowatts/hora
de eletricidade para carregar o carro após rodar 80 km. As baterias
pesam em torno de 500 kg e duram de 3 a 4 anos.

Fonte: Jornal Dia Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *