NanoFlowcell Quant F é elétrico movido a água salgada

NanoFlowcell Quant F

Um dos grandes problemas dos carros elétricos hoje é sua autonomia. Por mais que alguns modelos possam tranquilamente atender a um usuário comum em trajetos diários relativamente compridos, há uma excessiva preocupação com o fato de que a bateria pode se esgotar a qualquer momento e só ser possível voltar a utilizar o carro depois de várias horas. A NanoFlowcell resolveu este problema com água salgada.

Apresentado pela primeira vez como NanoFlowcell Quant EV, o exótico modelo recebeu alguns upgrades e um novo nome para ser apresentado no Salão de Genebra em sua versão de produção. O NanoFlowcell Quant F é um veículo elétrico, contudo, as baterias são recarregadas por meio de supercapacitores movidos à célula de combustível que gera eletricidade por meio de eletrólise da água salgada. Ou seja, enquanto seu carro é abastecido com álcool, gasolina ou diesel que é queimado no motor, o Quant F é abastecido com apenas água salgada.

Além do impressionante uso da tecnologia para o abastecimento, o Quant F ainda dá um banho no quesito performance. Sua potência é de impressionantes 1.075 cv, inferior ao concorrente elétrico Torodion 1MW. No entanto o Quant F é capaz de chegar a 100 km/h em apenas 2,8 segundos, fazendo inveja a diversos de esportivos de grife como Ferrari, Lamborghini, Porsche, McLaren e companhia.  Com o tanque de 500 litros cheio de água, sua autonomia é de longos 800 km. O preço de toda esta eficiência ainda não foi divulgado, no entanto, alguns rumores apontam para valores na casa dos milhões de euros.

O visual também é um show à parte: o modelo de destaca por seu estilo sedã-cupê, no entanto ele conta com apenas duas portas gigantescas que se abrem para cima, o conhecido estilo asa de gaivota. Nas aberturas de ar dianteiras, destaque para as linhas fluidas em seu desenho, um toque de carro conceito. Na traseira, as finas lanternas em LED são acompanhadas de uma sessão preta que engloba a placa e se funde com o falso extrator de ar. Notável é o desenho do vidro traseiro em bolha, como no Peugeot RCZ.

Por: João Brigato
Fonte: Autopolis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *