Agrale e Itaipu desenvolvem miniônibus elétrico

Modelo montado sob chassi MA 8.7 rodará no projeto Curitiba Ecoelétrico

Foto: Rubens Fraulini

A Agrale entrega seu primeiro miniônibus elétrico desenvolvido em parceria com a Itaipu Binacional para integrar a frota do projeto piloto Curitiba Ecoelétrico, que já conta com 12 veículos elétricos e dez eletropostos para recarga. O miniônibus será utilizado pela guarda municipal e pela secretaria de turismo.

Montado sob o chassi Agrale MA 8.7 com carroceria Mascarello, o miniônibus elétrico é equipado com sistema de propulsão Siemens, que traz dois motores elétricos de 67 kW mais uma caixa de engrenagens que une a força dos dois motores em uma única saída de eixo cardan. Dois inversores de frequência para o gerenciamento dos motores elétricos e cinco baterias 100% recicláveis completam o conjunto. As baterias têm capacidade total de 105 kWh, que garante autonomia de até 150 quilômetros, com tempo de recarga de oito horas, segundo a empresa.

Como diferencial, o miniônibus elétrico conta com sistema de reaproveitamento de energia em frenagem, que utiliza a energia cinética do veículo gerada na frenagem e a transporta, como energia elétrica, para recarregar as baterias. Os sistemas de freios pneumáticos são alimentados por motocompressor – compressor de ar movido por motor elétrico – cujo gerenciamento é feito de forma eletrônica a fim de preservar a energia. Uma bomba hidráulica, alimentada por motor elétrico, aciona o sistema de direção. Toda a integração do sistema elétrico – direção, freios e propulsão – é controlada por meio de uma unidade central de controle do veículo (Eletronic Vehicle Control Unit – EVCU).

Esta é a segunda ação envolvendo a parceria entre a Agrale e a Itaipu Binacional: em 2012, as empresas trabalharam no desenvolvimento do primeira utilitário Marruá movido a eletricidade. O modelo foi apresentado na Rio+20, Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável.

Fonte: Automotive Business

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *