Volkswagen teste Golf Elétrico que se estaciona e recarrega sem o motorista

Batizada de V-Charge, a tecnologia usa sistemas que já estão disponíveis em carros comuns

VOLKSWAGEN E-GOLF (FOTO: REPRODUÇÃO)

Depois de a Mercedes adiantar que a nova versão do Classe E será equipada com diversas tecnologias autônomas, inclusive um sistema de estacionamento remoto, a Volkswagen detalhou os testes que tem feito com novidades semelhantes. O projeto, batizado de V-Charge, está sendo conduzido por um grupo que reúne a montadora e outras seis instituições europeias, incluindo a Universidade de Oxford. No vídeo divulgado pela marca, é possível ver um Golf elétrico em testes para provar que a tecnologia do carro autônomo já pode ser realidade.

O objetivo dos testes realizados por este grupo é evoluir as tecnologias que já existem hoje em dia para que elas sejam capazes de conduzir um carro de maneira inteligente e autônoma. O Golf testado foi equipado com quatro câmeras de amplo ângulo de visão, duas câmeras 3D, doze sensores ultrassom, tecnologia avançada de mapas e sistema de comunicação entre o carro e a infraestrutura do local (Car-2-X). Como todas essas tecnologias já são usadas em carros de maneira independente, a montadora afirma que o sistema V-Charge já seria funcional hoje em dia. Confira o vídeo da tecnologia.

Como resultado, a tecnologia permite que o motorista desça do carro ao chegar em um estacionamento e deixe as manobras por conta das tecnologias. O carro, então, se dirige até uma vaga vazia, mas prioriza aquelas que são equipadas com sistema de recarga de baterias sem fio. Depois de carregado, o carro se dirige a uma vaga comum para que outros elétricos possam recarregar suas baterias no mesmo lugar. Quando o motorista precisar ir embora, basta acionar o carro por um aplicativo no celular. Assim, o veículo vai até um local combinado para que o proprietário assuma o comando de novo.

A Volkswagen explica que o V-Charge forma um mapa virtual do ambiente a partir das informações coletadas pelo sistema Car-2-X. Além disso, as câmeras e sensores do carro complementam essa imagem do estacionamento para que o carro saiba o tamanho das vagas e detecte pessoas e outros carros em movimento, por exemplo. Assim, o sistema de GPS comum é dispensado, o que permite que a tecnologia seja usada mesmo em ambientes fechados.

Fonte: Revista Auto Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *