Montado o primeiro ônibus totalmente elétrico do Brasil

Imobras quer produzir e comercializar ônibus elétricos

Em julho de 2014 o Fato Novo noticiou que a Imobras Indústria de Motores Elétricos, que já tinha uma fábrica desde 2001 em Alto Feliz, iria instalar também uma unidade na Feliz. A Prefeitura felizense deu apoio através da concessão de incentivos para um Centro de Pesquisa, com posterior abertura de uma filial da empresa. Foi alugado então um pavilhão industrial no bairro Vale do Hermes.

A Imobras já fornecia motores com tecnologia totalmente nacional para a indústria automotiva. Já na Feliz iniciou estudos para a produção de um motor elétrico de alta eficiência e durabilidade para aplicação automotiva, visando preencher uma lacuna no mercado internacional. O projeto inclusive havia sido selecionado para ter o apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Foi iniciado então o planejamento, design, construção do protótipo, desenvolvimento e certificação, para depois de vinte meses instalar a fábrica e começar a produção e comercialização.

Totalmente elétrico
Na última quinta-feira, dia 18, o prefeito Albano Kunrath juntamente com o secretário da fazenda, Clóvis Freiberger Júnior, conheceram o novo motor elétrico desenvolvido pela Imobras. A pesquisa, projeto e protótipo do veículo foram totalmente desenvolvidos na cidade de Feliz. O coletivo agora apenas recebe ajustes finais em Caxias do Sul.

Um antigo microônibus foi transformado em um novo veículo elétrico. A empresa adquiriu o veículo, ano 1999, e o reformou completamente. Todas as peças do veículo foram substituídas por novas. O destaque foi a retirada do motor a combustão e a colocação de baterias e implementos que compõe o novo, elétrico. Com isso, foi montado o primeiro ônibus totalmente elétrico do país. Outros fabricados ainda são elétrico-híbrido, com combustão.

Para Ireno Antonio dos Reis, sócio fundador da Imobras, a criação vem de encontro a um movimento mundial. “Entendemos que esse será um divisor de águas em nossa empresa. Temos condições, com esse produto, de quadruplicar de tamanho em dez anos e de competir com empresas gigantes, pois esse é um movimento muito forte no mundo inteiro”, projeta.

Pelo acordo firmado, a Prefeitura custeou a locação do pavilhão industrial durante dois anos, para a instalação do Centro de Pesquisa e posterior implantação da fábrica. O prefeito Albano Kunrath destaca que, como se trata de uma empresa sólida, que faz uso de tecnologia moderna e inovadora, o empreendimento traz um alto valor agregado e pode contribuir significativamente para o incremento do retorno tributário. “A Administração Municipal tem plena convicção de que a empresa contribuirá significativamente para ampliação do desenvolvimento socioeconômico da cidade, além de atender o quesito de sustentabilidade e cuidado com o meio-ambiente”, completa o prefeito.

O prefeito Albano e o secretário Júnior chegaram a andar no ônibus elétrico por cerca de quatro quilômetros. “Ele tem autonomia de 120 quilômetros e velocidade de até 80 Km/h”, informa Clóvis. “O protótipo foi todo montado na Feliz”, completa, já projetando que o município poderá sediar uma grande montadora de ônibus elétricos.

Por: Guilherme Baptista
Fonte: Fato Novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *