Nissan quer desenvolver carro elétrico movido a etanol

Novo sistema irá combinar o combustível vegetal ao ar atmosférico para alimentar o motor dos automóveis elétricos

Sistema da Nissan dispensa o uso dos tanques de hidrogênio (Foto: Divulgação)

Não, você não leu errado. A Nissan revelou que trabalha atualmente em um projeto de SOFC (sigla em inglês para Célula de Combustível de Óxido Sólido) veicular, que neste caso irá utilizar o etanol para gerar eletricidade para motores elétricos.

A base do sistema é uma célula de combustível, semelhante a aquela utilizada pelos veículos movidos a hidrogênio. Mas diferente das células comuns, o equipamento em desenvolvimento pela Nissan troca os cilindros do gás por um tanque de etanol. O combustível líquido é combinado ao hidrogênio (que neste caso é retirado do ar) para gerar energia para alimentar o propulsor elétrico.

De acordo com o fabricante, um dos problemas dos sistemas de geração de energia por célula de combustível é o CO2 resultante do processo. Com o uso do etanol, as emissões de dióxido de carbono são neutralizadas durante o cultivo da cana-de-açúcar.

Além do fator ambiental, outro ponto positivo do sistema é não exigir a criação de uma rede de abastecimento de hidrogênio, atualmente um dos gargalos para a popularização dos veículos movidos a célula de combustível.

Por: Evandro Enoshita
Fonte: Motor Show

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *