BMW apresenta protótipo de moto do futuro

Modelo é conectado com dispositivos e oferece diversos recursos inéditos.

Não são apenas os carros que estão ganhando modelos prontos para o futuro. As motos também devem se tornar dispositivos que oferecerão uma grande quantidade de recursos modernos. A BMW apresentou nesta sexta-feira, dia 26, um novo conceito de motocicleta elétrica, chamada de Link.

Este nome realmente indica um caminho que o modelo está seguindo, uma vez que ele foi completamente pensado na conexão com outros dispositivos, visando o futuro. Na verdade, essa moto está tão conectada que pode até mesmo ser comparada com smartphones, uma vez que conta com uma grande quantidade de recursos.

Por exemplo, a moto apresentada poderia fazer uma conexão com a agenda armazenada na nuvem dos usuários. Desta forma, ela saberia quais seriam os destinos e os compromissos do piloto, conseguindo até mesmo escolher as melhores rotas para fazer com que esta pessoa chegue mais rapidamente.

Além disso, também através da conexão com uma série de outros serviços, a moto conseguiria saber os gostos musicais preferidos dos pilotos, o que seria interessante na hora de selecionar o som que ele poderia escutar.

É claro que a moto do futuro não traz apenas novidades neste campo, também oferece uma série de outros recursos que ajudam as pessoas na condução das suas motos propriamente ditas, como funções de pilotagem autônoma e também dispositivos que seriam utilizados para impedir a queda dos motociclistas. Além disso, por ser uma moto elétrica, também acaba sendo um modelo ecologicamente sustentável.

A Link também conta com algumas modificações físicas quando comparadas com outros modelos que já foram apresentados pela montadora como protótipos do futuro. As baterias da moto forma instaladas no assoalha, enquanto que o motor elétrico foi colocado na roda dianteira. Desta forma, a moto conta com espaço para capacete e bagagens. Mas, diferentemente do que pode ser encontrado nas scooters, a abertura acontece pela lateral.

A montadora afirma que tudo foi pensado para oferecer uma experiência diferente de pilotagem, sendo muito mais fácil de conduzir do que outras motos. Foram inseridos até mesmo recursos de marcha ré, algo que é bastante incomum neste tipo de veículo.

Por enquanto, a montadora afirma que se trata apenas de um conceito e não existe um prazo para que ela efetivamente chegue ao mercado.

Fonte: SalãodaMoto.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *