Promessa é dívida: Faraday Future participa de competição e bate a Tesla

Há quem diga que, se está tudo dando errado, você deve pelo menos sair com estilo. A Faraday Future, portanto, parece querer levar isso a sério: por mais que tudo indique a empresa vai ter um caminho bem tortuoso até conseguir lançar o seu FF 91 – isso SE conseguir –, ela cumpriu sua promessa de levar o veículo para disputar a subida de Pikes Peak.

O mais impressionante, talvez, não seja nem o fato de a fabricante chinesa ter levado o carro até lá e colocado ele para subir os quase 20 quilômetros do percurso da famosa montanha do Colorado, mas sim o fato de ter feito isso em 11 minutos e 25 segundos, uma marca 23 segundos mais rápida que o detentor do recorde antigo – ninguém menos que o Tesla Model S.

Com isso o FF 91 se tornou o veículo elétrico de produção mais rápido a escalar os 1,4 mil metros variação de altitude de Pikes Peak. “Estamos orgulhosos do nosso tempo, mas isso é sobre a qualidade do nosso sistema de propulsão mais do que uma corrida isolada”, explicou Pete Savagian, o vice-presidente da área de sistemas de bateria e conjunto motriz da marca. “Nosso foco estava nas repetições: subir ao topo sem sobreaquecer o veículo e poder fazê-lo de novo e de novo”.

Vale apontar que o superaquecimento do conjunto de baterias e motores ainda é um dos grandes problemas para os carros elétricos em situações de competição: apesar de ter uma aceleração absurda – o FF 91 faz de 0 a 100 km/h em 2,39 segundos –, esses veículos dificilmente conseguem se sujeitar a percorrer múltiplas voltas em um circuito, por exemplo.

A empresa alega que a participação no evento vai contribuir diretamente para a melhoria de seu modelo de produção – isso se a saída de executivos, a falta massiva de dinheiro e outras coisas não implodirem o projeto antes.

Por: Igor Napol
Fonte: Tecmundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *