Ônibus elétrico da UFSC completa 40 mil quilômetros rodados em Florianópolis

Ele chama a atenção por onde passa e desperta a curiosidade de quem ainda não teve a oportunidade de conhecê-lo. Diariamente o ônibus elétrico da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), alimentado por energia solar através da rede elétrica, faz cinco viagens entre o Sapiens Parque, em Canasvierias, até a UFSC, de segunda a sexta-feira. O ônibus que está rodando desde março deste ano, completou nesta segunda-feira (06/11), 40 mil quilômetros rodados, o que equivale a uma volta completa pela Terra.

Nós embarcamos nessa viagem para conhecer o funcionamento dessa tecnologia e falar com quem a utiliza todos os dias. Silencioso, percorre o trajeto de 26 quilômetros em aproximadamente 30 minutos. Atende gratuitamente a comunidade da UFSC, com capacidade máxima para 38 passageiros. A primeira partida sai do Sapiens Parque, às 7h, onde o ônibus é carregado durante uma hora antes de se deslocar para a viagem. O veículo chegou à UFSC em dezembro do ano passado e em março a operar.

A mestranda Aline Kirsten, 25 anos, estuda energia fotovoltaica (energia solar obtida através da conversão direta da luz em eletricidade), e é responsável pelas análises de dados e monitoramento do veículo. “Aqui no Centro de Pesquisa e Capacitação em Energia Solar da UFSC , no Sapiens Parque, há várias placas de captação de energia solar. Como não utilizamos aqui toda essa energia, largamos ela na rede elétrica, que a Celesc converte em créditos para utilizarmos. Através dessa energia solar temos a elétrica para o ônibus funcionar. A cada recarga o consumo é de 60 KW/hora”, explica Aline.

A cada viagem o ônibus precisa ser recarregado O ônibus elétrico é parte de um projeto denominado deslocamento produtivo com veículos elétricos alimentados por energia solar fotovoltaica. Trata-se de um ambiente de trabalho, com poltronas confortáveis (somente transporta passageiros sentados), duas mesas de reunião, tomadas 220V e USB, wi-fi e arcondicionado. O veículo elétrico realiza cinco viagens por dia (52 quilômetros por viagem do Sapiens Parque à UFSC e retorno, cerca de 5.000 km/mês), prestando serviços gratuitos para a comunidade da UFSC.

Os irmãos Sandro e Alcides Oliveira dos Santos, de 45 e 40 anos, respectivamente, conduzem o veículo. Sandro é o motorista na parte da manhã, diz que cuida do carro como se fosse um filho. “É uma belezoca dirigir esse ônibus. Não tem câmbio, não faz barulho e é muito confortável. Ele tem uma resposta rápida e temos como ir monitorando o seu consumo no painel. Ele possui freio regenerativo, toda vez que se pisa no freio, ele recarrega. As viagens são tranquilas para mim e para os passageiros”, comenta Sandro.

Estudo para permitir outros trajetos
Aline e uma equipe de mestrandos estudam a construção de um carregador rápido para ficar na UFSC, e futuramente, possibilitar outras viagens próximas da Universidade. “A ideia é fazer um banco de baterias conectados nessa rede e que de forma rápida dê uma carga ao ônibus para que ele faça trajetos próximos, como o aeroporto Hercílio Luz. A expectativa é que no ano que vem o projeto comece a sair do papel”, diz a jovem.

O mestrando de engenharia de automação e sistemas Gustavo Costa, 24 anos, mora no Córrego Grande e vai de ônibus ao laboratório no Sapiens Parque todos os dias. “Sinto-me privilegiado de poder ir estudar de forma gratuita e com um ônibus com energia sustentável. É um grande ganho para a nossa sociedade, que com o tempo começará a usufruir mais dessa tecnologia. As viagens são agradáveis e confortáveis. Utilizamos as mesas para reuniões entre colegas”, comenta Costa.

O projeto tem financiamento de R$ 1 milhão do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e parceria das empresas WEG, Marcopolo, Mercedes e Eletra.

Por: Dariele Gomes
Fonte: Notícias do Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *