Alibaba vai criar máquina gigante para vender carros elétricos

O grupo anunciou que duas unidades já estarão disponíveis aos consumidores chineses em janeiro de 2018

O Alibaba está prestes a mudar o conceito de vending machine, a máquina automática de vendas. Se você está acostumado a usá-la para comprar refrigerantes, doces ou sanduíches, em breve poderá comprar o seu próprio carro elétrico. O gigante chinês do comércio eletrônico anunciou que está criando máquinas gigantes e revelou detalhes de como elas vão funcionar.

Chamado apenas de ‘Car Vending Machine’, o equipamento futurista é uma versão gigante dos tradicionais equipamentos de vendas instalados em shoppings, parques e outros espaços públicos. O projeto é parte de uma estratégia adotada pela empresa de integrar plataformas on e off-line para melhorar a experiência de compra do consumidor.

A notícia vem logo após o Alibaba fechar, na semana passada, parceria com a Ford que permitirá à montadora norte-americana testar a venda de carros através da Tall, unidade do Alibaba. O contrato é parte de um esforço da Ford para se posicionar no emergente mercado online chinês, além de reestruturar sua estratégia na China e recuperar as perdas financeiras dos últimos meses em outros países.

A inovação das máquinas automáticas de venda de carros começa com um aplicativo que permite ao usuário escanear na rua qualquer carro que desejar. O aplicativo logo assimila o modelo e disponibiliza todas as informações sobre o veículo. O comprador em potencial escolhe a cor e agenda um teste drive.

Para dirigir o carro, o usuário precisa tirar uma selfie para que a empresa detecte se ele já é consumidor dos serviços do grupo Alibaba. Se esse for o caso, ele não precisará fazer depósito prévio para realizar os testes com o veículo.

Depois, o cliente vai até a máquina gigante de vendas automáticas, que vai escanear o rosto cadastrado, recuperar o pedido e liberar o carro para o test-drive, que será de três dias. Depois desse período, ele poderá comprar o veículo, também por meio do aplicativo, ou pedir outro modelo para teste.

E se você pensa que isso é futurista demais e está longe de se concretizar, está muito enganado. O Alibaba quer montar duas máquinas gigantes de vendas já em janeiro de 2018, nas cidades chinesas de Xangai e Nanquim. O objetivo é levar essa experiência por todo o país ao longo do ano que vem.

Apesar da ideia de facilitar ao máximo a compra de um carro, permitir que alguém simplesmente pegue um carro para testar por três dias é uma aposta de risco. Para driblar qualquer imprevisto (entenda-se alguém pegar o carro e “esquecer” de devolver), a empresa vai aumentar o rigor de seus serviços financeiros e de cadastro dos usuários, além de colocar um limite por pessoa de cinco test-drives por dois meses.

Fonte: Época Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.