Kia Niro elétrico estreia com autonomia de 450 km

O Kia Niro já foi exibido no Salão do Automóvel de 2016, mas foi mais para chamar atenção. O SUV híbrido foi o primeiro modelo da marca desenvolvido especialmente para ser um veículo ecológico, mas agora ele alcança seu nível mais elevado, ganhando uma versão 100% elétrica. Tendo ainda versão plug-in, o utilitário esportivo apontar para o futuro e pode chegar ao Brasil se os incentivos para híbridos e elétricos realmente compensarem no Rota 2030.

Por ora, o Kia Niro chama atenção para sua versão elétrica com autonomia de 450 km, mas já sob o ciclo WLTP, onde o resultado é obtido por meio de testes de rodagem no ambiente real. Ou seja, o SUV chega com um alcance importante com suas baterias de 64 kWh. Mas, esse é o pacote de melhor autonomia, pois a Kia Motors também vai oferecer uma versão de alcance menor, dotada de células de 39,2 kWh, suficientes para cerca de 300 km, também no WLTP.

Apesar de parecer maior do que realmente é, o Kia Niro tem 4,35 m de comprimento, 1,80 m de largura, 1,53 m de largura e 2,70 m de entre-eixos. A versão híbrida original tem 141 cavalos de potência, envolvendo o uso do motor Kappa III 1.6 de quatro cilindros com 105 cavalos e um motor elétrico de 44 cavalos, mas ao invés de um câmbio CVT, usa uma caixa automatizada de dupla embreagem com seis marchas. O consumo varia de 18,2 a 21,2 km/l de gasolina e por não precisar recarregar a bateria de lítio de 1,56 kWh em fonte externa, torna-se a versão mais interessante para a Kia para comercialização no Brasil.

No caso da versão Plug-In Hybrid, o Kia Niro dispõe de bateria de lítio de 8,9 kWh, mas com a capacidade de ser recarregado em fonte externa, tanto 110V quanto 220V, alcançando 42 km de autonomia no modo elétrico. Seu motor elétrico também é mais potente, entregando 61 cavalos, mas o motor permanece o mesmo 1.6 a gasolina da versão Hybrid comum. Essa versão é atualmente comercializada nos EUA e Coreia do Sul.

Além do Niro, a Kia Motors ainda dispõe do modelo Soul EV, que tem bateria de lítio de 28 kWh e autonomia de 280 km. O modelo também foi mostrado no Brasil, mas ainda sem previsão de chegada. A marca também tem pretensão de lançar em breve a versão elétrica do Stonic, SUV compacto que a sul-coreana já comercializa na Europa e que recentemente ganhou uma versão para o mercado chinês. Esse modelo (não elétrico, é claro) pode chegar ao Brasil.

[Fonte: Notícias Automotivas]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *