Salvaram uma Ferrari do ferro velho, transformando no primeiro elétrico da marca

Esta é a história de um Ferrari 308 GTS que foi abandonada na beira da estrada depois de ter sido consumida pelas chamas.

Por fora parece um Ferrari clássica, mas quando o motor arranca todos percebem que é diferente. Porquê? Porque é silencioso. Esta Ferrari 308 GTS é um modelo especial, pois é o considerada como a primeira Ferrari elétrica do mundo. O carro foi recuperado e transformado depois de ter sido encontrado num ferro-velho.

A obra foi feita pelo fundador da empresa norte-americana Electric GT, Eric Hutchison. Um dia, quando falava com o seu parceiro de negócio, Michael Bream, disse que ambos deviam procurar algo que ajudasse a promover os carros elétricos. Dois dias depois, encontraram a Ferrari num ferro-velho.

“Tivemos de reconstruir tudo novamente – tivemos de tirar tudo até o chassi. Demorou 18 meses até termos o carro num ponto em que nos sentíamos confortáveis” – disse Eric Hutchison em declarações à CNN.

Ferrari 308GTE Electric
Ferrari 308GTE Electric

O veículo foi rebatizado de Ferrari 308 GTE – tem três baterias, duas delas ocupando os lugares onde antes ficavam o tanque de combustível. O carro é alimentado por um motor de 2.000 amperes e tem uma autonomia máxima de 160km.

Os aficionados da marca italiana podem pensar que o trabalho de Eric Hutchison não honra a tradição da marca. Mas a resposta do modelo elétrico também já foi dada em pista: no mesmo circuito, conduzido pelo mesmo piloto, o Ferrari 308 GTE foi 10 segundos mais rápido do que um Ferrari 308 GTS movido a combustível.

O que hoje é uma história que corre o mundo, também teve os seus pontos baixos – Eric Hutchison desistiu quatro vezes da conclusão do projeto, mas acabaria por completar a transformação do veículo depois de um investimento total de 10 mil dólares.

Em 2016 o diretor executivo da Ferrari, Sergio Marchionne, disse que a ideia de um Ferrari elétrico era “obscena”. Este ano, em janeiro, o executivo mudou por completo o seu discurso – na Feira do Automóvel de Detroit, nos EUA, anunciou planos para fabricar um supercarro elétrico, no sentido de combater marcas emergentes como a Tesla. Só não será a primeira Ferrari elétrica do mundo.

[Fonte: Dinheiro Vivo – Portugal]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.