Conceito de carro elétrico promete alimentar energia de uma comunidade

O designer Charlie Nghiem propôs um carro elétrico inovador,
profundamente integrado com a vida em sociedade. Mais do que o lado
ecológico do veículo que não queima combustível fóssil, Charlie criou o Renault Circular Economy 4L com vistas a contribuir para a geração da energia elétrica consumida por uma comunidade.

Carro conceito da Renault se integra às necessidades de uma comunidade (Foto: Reprodução)

Para tanto, o compacto teria a capacidade de gerar energia a partir do
Sol, do reaproveitamento da energia cinética despendida nas frenagens e
por meio de sensores de calor. Essa eletricidade armazenada poderia ser
utilizada para mover o veículo e para ser entregue naquilo que Charlie
batizou de Centro de Energia Coletiva. Basicamente, uma grande bateria
que seria alimentada por uma vasta frota de Renaults Circular Economy.

A eletricidade armazenada nessa estação coletiva poderia, então, ser
canalizada e aproveitada pelos moradores de uma vizinhança em suas
casas. Com duas baterias, uma para prover de energia o motor elétrico, e
outra para armazenar excedentes, o Circular Economy nunca é um elemento
passivo de consumo: ele sempre está gerando e trocando energia com a
rede graças ao sistema de duas baterias.

Esquema revela o nível de integração do Renault elétrico a uma comunidade (Foto: Reprodução)

Mais do que a ideia interessante de integrar profundamente o carro como
uma ferramenta de geração de energia para a coletividade, Charlie Nghiem
dedicou-se em criar um design conceitual de um carro moderno e
perfeitamente adaptável aos conceitos de mobilidade urbana
contemporâneo. Além do ar moderno, o carro possui um interior avançado,
com um painel intuitivo que facilita o compartilhamento de energia entre
carro e rede comunitária.

Por: Filipe Garrett
Fonte: Techtudo

veiculoeletrico

Tudo sobre carros elétricos, veículos elétricos, motos elétricas. As últimas novidades do setor.

Um comentário em “Conceito de carro elétrico promete alimentar energia de uma comunidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.