Honda, Yamaha, Suzuki e Kawasaki se unem para produzir motos elétricas

As 4 grandes montadoras de motos do Japão vão trabalhar na criação de baterias substituíveis padronizadas. Objetivo é expandir uso de motos elétricas e baixar custos.

Em uma parceria inédita, as 4 grandes montadoras de motos do Japão anunciaram uma parceria para o desenvolvimento de motos elétricas. Honda, Yamaha, Suzuki e Kawasaki concordaram em trabalhar juntas na criação de baterias substituíveis para seus futuros modelos.

Um comunicado, sem muitos detalhes do projeto, foi divulgado pela Honda no Japão na quinta (04/04) e afirma que o acordo pode diminuir o custo das motos elétricas.

“A ideia é que o usuário posso trocar a bateria que está sem carga por uma outra, já recarregada, para tornar o uso desses veículos mais prático.”

“A disseminação de motocicletas elétricas requer soluções para problemas como distância de cruzeiro e tempo de carga, e as baterias substituíveis são uma solução eficaz”, disse Noriake Abe, diretor-executivo da Honda Motos.

Para resolver essas questões e tornar motos elétrica mais viáveis, as montadora planejam padronizar as baterias e trabalhar com um sistema de substituição comum. Isso poderá trazer economias para Honda, Yamaha, Suzuki e Kawasaki.

Yamaha TY-E
Yamaha TY-E

Corrida pelas motos elétricas
Ainda sem produtos de relevância global no segmento de elétricas, as principais fabricantes de motos “correm” no desenvolvimento dessa tecnologia. A Honda trabalha para expandir as vendas da PCX elétrica, além de sua versão híbrida.

Harley-Davidson, Vespa, assim como as montadoras japonesas, estão tentando se tornar relevantes neste mercado de elétricas, ainda em expansão e dominado por marcas menores, como as americanas Zero e Lightning.

Planejando uma linha com diversos modelos elétricos no futuro, a Harley começará a vender a sua aguardada elétrica Livewire em agosto.

[Via: Auto Esporte]

veiculoeletrico

Tudo sobre carros elétricos, veículos elétricos, motos elétricas. As últimas novidades do setor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.