Italiana Nito NES é uma scooter elétrica com design irreverente

A Nito NES é vendida com 72 combinações de cores e custa a partir de 4.750 Euros.

Com um projeto ambicioso em mente, a startup Nito – “Nova Indústria Torinese” – quer se tornar a líder entre os fabricantes de veículos elétricos da Itália. Para isso, o primeiro passo é colocar o scooter elétrico NES para rodar. Ela chega ao mercado italiano custando 4.750 euros. Como diferencial, o produto usa em sua estrutura madeira naval (plataforma na qual o piloto apoia os pés) e tubos.

O veículo é, sem dúvida, o projeto mais promissor e irreverente da jovem empresa. Depois de extensa pesquisa no mercado chinês, a Nito adotou no NES componentes asiáticos, aliado ao acabamento refinado e a montagem artesanal, no melhor estilo italiano.

A scooter elétrica de Turim esbanja simplicidade e eficiência. Simples em suas formas orgânicas e eficiente com seu motor elétrico de emissão zero. Inspirado no Honda Zoomer, em função de sua estrutura tubular, o NES é ideal para rodar em bairros e pequenos certos urbanos.

Scooter elétrica Nito NES

Vendida em duas versões
A NES 5 possui um motor NITO Brushless de 4 kW, limitado a velocidade máxima de 45 Km/h e com autonomia máxima de 100 km no modo ECO e de 85 km no modo SPORT.

A NES 10 possui o mesmo motor de 4 kW mas com a velocidade máxima de 90 km/h e com autonomia máxima de 80 km no modo ECO e de 60 km no modo SPORT.

Scooter elétrica Nito NES

A bateria para as duas versões é de Ion-Lítio de 72V / 30Ah instalada no assoalho e pode ser removida para carregamento externo. Possui um carregador bivolt é leva de 3 até 4 horas para ser totalmente carregada.

A venda da scooter NES é realizado pelo site da Nito. A empresa, formada por entusiastas, designers e investidores pretende abrir também 12 lojas físicas. Outro diferencial é que a jovem companhia oferece ao consumidor 72 combinações de cores e diversos acessórios.

Scooter elétrica Nito NES

[Via: Moto.com.br]

veiculoeletrico

Tudo sobre carros elétricos, veículos elétricos, motos elétricas. As últimas novidades do setor.