Motos elétricas da Voltz usarão comércios como pontos de recarga

Dando os primeiros passos no mercado motociclístico nacional, a Voltz – marca de motos elétricas – dá um importante passo para ampliar sua atuação no país.

Com lojas em Recife, Maceió, São Paulo e Porto Alegre, a nova marca estabelece um acordo com estabelecimentos comerciais para convertê-los em pontos de recarga de seus clientes, proprietários dos modelos EVS e EV1 Sport.

Segundo a marca, estas lojas poderão fornecer energia elétrica para a scooter EV1 Sport e a naked EVS por um custo muito baixo. A Voltz fala que em apenas uma hora de carga rápida, o veículo consome energia equivalente a R$ 1,00.

Em até cinco horas plugada na tomada, a moto elétrica consome R$ 3,00, um valor que pode ser absorvido pelo estabelecimento comercial.

Scooter elétrica Voltz EV1 Sport

Isso porque o cliente pode aproveitar para consumidor algo no local, que bem pode ser um supermercado ou centro de compras, por exemplo. O mesmo também vale para um comércio na estrada, como posto de combustível ou restaurante.

Por ora, a Voltz já fechou parceria com 50 estabelecimentos comerciais e isso deve ser ampliado futuramente, enquanto a marca brasileira amplia sua rede de atuação e mais produtos. A localização é por meio de app exclusivo.

Moto elétrica Voltz EVS

Para isso, recebeu aporte de R$ 100 milhões para construção de uma fábrica de motos elétricas em Manaus. Com importantes investidores nacionais, um deles com atuação em redes de postos, farmácia e distribuição de gás, a Voltz vem chamando atenção pela atuação ousada no mercado e produtos diferenciados.

[Via: Notícias Automotivas]

veiculoeletrico

Tudo sobre carros elétricos, veículos elétricos, motos elétricas. As últimas novidades do setor.