LL Motors é a nova marca de motos elétricas que chega ao Brasil

A marca venderá no país três modelos para brigar com Voltz, Shineray, Watts e Horwin. A mais barata custará R$ 14.000.

O mercado brasileiro de motos elétricas continua crescendo. Depois da Voltz Motors, Shineray, Watts e da Horwin, uma nova marca chega ao país. É a LL Motors, uma startup brasileira nascida em 2019 dentro do grupo LL Solar, que atua no segmento de energia solar desde 2017 e tem sede na cidade de Santa Inês, no Maranhão. Sob a nova marca, a empresa pretende vender por aqui três modelos de motos movidas por motores elétricos.

O lançamento da marca e dos modelos está previsto para o mês de Julho, mas já no mês que vem, Junho, as pré-vendas terão início. O principal modelo chama-se Odin, e será vendido em duas versões – Lite e 2.0. Além deste, a linha será composta pela TY, nas versões Lite e Force, e Baldur, nas versões 1.0s e 2.0. A Odin e a Baldur já foram homologadas e a TY está na fase final do processo.

Moto elétrica Odin

Como são as motos da LL Motors
A Odin Lite tem motor de 4.000 Watts e bateria de 72 Volts e 50 Ampéres. A fabricante diz que sua velocidade máxima é de 90km/h e a autonomia é de até 150km. Já a Odin 2.0 tem motor de 6.000 Watts e bateria de 72 Volts e 100 Ampéres. Chega aos 100km/h e tem autonomia de até 210km – no caso, maior que as das concorrentes que já existem por aqui.

Moto elétrica Odin

Tanto Odin Lite quanto 2.0 têm suspensão dianteira invertida e traseira monochoque, freio dianteiro com disco duplo, iluminação full-LED, painel digital em LCD, três modos de potência e marcha à ré. Serão oferecidas nas cores preta, branca, azul ou vermelha.

Scooter elétrica TY

Já o modelo TY usa, nas duas versões, Lite e Force, o mesmo motor de 3.000 Watts. A Lite tem bateria de 72 Volts e 35 Ampéres, com autonomia de até 65km, enquanto a Force é equipada com uma bateria de 72 Volts e 50 Ampéres, que permite rodar até 100km.

Scooter elétrica Baldur

A Baldur 1.0s, por sua vez, tem motor de 2.000 Watts, bateria de lítio de 20 Ampéres, velocidade máxima de 60km/h e autonomia de 50km. Na versão 2.0, o motor tem 3.000 Wats e a bateria de lítio é de 30 Ampéres, o que permite alcançar até 70km/h e rodar até 70km. Tanto a TY quanto a Baldur poderão usar uma segunda bateria, o que aumentará sua autonomia (a marca não informou para quanto).

Moto elétrica Odin

Os modelos da LL Motors virão da China, onde são fabricados pela Dayi Motor. Além da venda das motos elétricas, a importadora/montadora pretende desenvolver baterias de lítio específicas para os modelos que serão vendidos aqui. E, também, “cabines” para trocas rápidas de baterias – o proprietário deixaria uma bateria na recarga e imediatamente levaria outra, carregada.

Segundo a LL Motors, os preços das motos elétricas serão os seguintes:
Odin Lite a partir de R$ 25 mil;
Baldur a partir de R$ 14 mil;
TY a partir de R$ 15,7 mil.

[Via: Webmotors]

veiculoeletrico

Tudo sobre carros elétricos, veículos elétricos, motos elétricas. As últimas novidades do setor.